É Bola na Rede - 100% Esportes, 100% Guarulhos

Publicidade

[]
[É Bola na Rede]

Publicidade

[]

Tiradentes é campeão da Copa Cecap

Tiradentes é campeão da  Copa Cecap

Com um primeiro tempo perfeito, o “Tira” venceu o Nove, com gols de Tripa e Luquinha, e conquistou pela primeira vez o título da Copa Cecap

Por  Edson Oliveira

 

Quando você encontra um Pit Bull faminto pela frente é preciso entrar com a faca entre os dentes e muita coragem para superá-lo. Foi com muita coragem, inteligência e a faca entre os dentes que o “Tira”, apelido carinhoso do EC Tiradentes, da Vila Curuçá, Zona Leste, jogou a primeira etapa da grande final da 17ª Copa Cecap e com 20 minutos de jogo já estava vencendo o bicampeão Nove de Juilho, da Casa Verde Alta, pelo placar de 2 a 0.

Tiradentes é campeão da  Copa CecapA conquista do título da 17ª Copa Cecap, em partida realizada neste sábado(20), no Estádio Municipal Antônio Soares de Oliveira, em Guarulhos/SP, com quase todos os 10 mil lugares ocupados pelo grande público que compareceu ao “Ninho do Corvo”, é o primeiro da história do EC Tiradentes nesta competição que faz parte do circuito das principais competições do futebol amador da grande São Paulo.

Além de levar para a Vila Curuçá a premiação de 30 mil reais e o imponente troféu de 2 metros de altura, o “Tira”  levou os prêmios de  melhor goleiro da competição para Borges, um dos grandes destaques do alvirrubro durante toda competição, e de melhor treinador para Miltinho, o grande comandante do título do EC Tiradentes.

A torcida do EC Tiradentes foi um espetáculo à parte, lotou mais da metade das arquibancadas do “Ninho do Corvo” e incentivou o “Tira” do início ao fim. Aos 38 minutos da segunda etapa iniciou o grito de é campeão, que foi momentaneamente abafado por conta do gol único do Nove de Julho, que aconteceu aos 42 minutos . Mas, no apito final do árbitro Tiago Mattos, o que se viu no escuro “Ninho do Corvo”, foi uma explosão de emoção em vermelho e branco, com invasão do gramado para comemorar com os jogadores a conquista do título da 17ª Copa Cecap.

Tiradentes é campeão da  Copa Cecap

Por outro lado, o Nove de Julho, bicampeão da competição, não repetiu as boas atuações e sofreu a sua primeira derrota na historia das copas Cecap, justamente no dia que poderia ter conquistado o tricampeonato seguido. Lamentável o comportamento de um grupo pequeno de torcedores do “Pit Bull” que invadiu o gramado após o término da partida para agredir o trio de arbitragem, fato que não se consumou devido o esquema de segurança e estratégia de fuga muito bem  montado pela equipe de apoio da HM-Árbitros de Futebol, empresa responsável pela arbitragem da competição.

 

O JOGO

Tiradentes é campeão da  Copa Cecap

A história da partida final da 17ª Copa Cecap, competição que mais uma vez , contou com a organização dos esportistas Izal, Zafra e Cabeção, obrigatoriamente deve ser contada destacando a primeira etapa perfeita da equipe da Vila Curuçá.

A expressão entrar com a faca entre os dentes foi repetida por jogadores e treinador do alvirrubro da Zona Leste, ouvidos por nossa reportagem. Não  é exagero dizer que na primeira etapa, parecia que somente uma equipe estava disputando o título, o EC Tiradentes. O Nove de Julho vivia dos lampejos do meia Zâmbia, que bem marcado, levou pouca vantagem diante da defesa do “Tira”.

Com tanta superioridade técnica, o gol do EC Tiradentes não demorou  para sair. Aos 7 minutos, o atacante Tripa chutou cruzado para abrir o placar. A primeira explosão de emoção do torcedor do “Tira”.

Com o “Pit Bull” dominado, aos 20 minutos, o camisa 10 Luquinha ampliou o placar para o EC Tiradentes. Em mais uma boa jogada do lateral-esquerdo, Valter, o “fera” do jogo, que levou vantagem em cima do lateral Buiu e cruzou para a área, a defesa do Nove de Julho afastou mal e a bola sobrou para Luquinha, livre de marcação na marca do pênalti, o camisa 10 do alvirrubro ajeitou a bola e chapou com a perna direita no canto esquerdo do goleiro Alê, do Nove de Julho, para marcar o segundo gol da partida.

Tiradentes é campeão da  Copa CecapAos 28 minutos, enquanto o árbitro Tiago Mattos contava os passos para determinar o local da barreira do EC Tiradentes, os jogadores Leandro (Nove de Julho) e Alemão(EC Tiradentes) trocaram socos, longe das vistas do árbitro da partida. Mas, o bom assistente Lucas Rafael Ferreira, flagrou a troca de agressão dos dois atletas e comunicou ao árbitro, que imediatamente mostrou o cartão vermelho para os dois brigões.

Mesmo com mais espaço, o Nove de Julho somente esteve próximo do gol aos 42 minutos, quando o meia Thierry chutou forte de fora da área no canto direito do goleiro Borges, a bola tinha endereço certo, mas o bom goleiro Borges, mandou a bola para a linha de fundo, numa linda e difícil defesa.

A CONFIRMAÇÃO DO TÍTULO

Tiradentes é campeão da  Copa CecapDepois de um primeiro tempo perfeito, o EC Tiradentes voltou para a segunda etapa com uma postura mais defensiva, esperando o adversário e quase não criou chances de gol na segunda etapa.

Por outro lado, o Nove de Julho passou a ser o dono das ações ofensivas, mas claramente dependia do meia Zâmbia, que chamou a responsabilidade, mas uma andorinha sozinha, verdadeiramente, não faz verão.

Jogadores muito importantes do Nove de Julho estiveram muito abaixo das suas condições técnicas e o gol do Pit Bull só aconteceu depois de muita pressão e bola alçada na área, aos 42 minutos. Após mais um cruzamento, a defesa do Tiradentes afastou para o meia da área, justamente onde estava o meia Zâmbia, que chutou de primeira para diminuir o placar e reacender as esperanças em levar a decisão para as penalidades máximas e conquistar o tricampeonato.

Quando o árbitro Tiago Mattos assinalou 5 minutos de  acréscimos, o que se viu foram sentimentos opostos dos dois bancos de reservas. Desespero e reclamação por parte do EC Tiradentes, considerando exagerado o acréscimo, e esperança, motivação e, porque não dizer, reclamação do treinador Leandro Ono, considerando pouco  acréscimo.

No penúltimo minuto dos acréscimos um lance que poderia ter mudado a história da decisão. Em mais uma jogada alçada na área, o zagueiro Kauê  cabeceou  para fora, perdendo a grande oportunidade de levar a decisão para às penalidades máximas.

A segunda etapa foi somente a confirmação do título para o “Tira”, porque o título da 17ª Copa Cecap  foi conquistado no primeiro tempo perfeito dos comandados do treinador Miltinho.

O “FERA” DO JOGO

Geralmente, numa final de campeonato, o prêmio de melhor jogador em campo, quase sempre, vai para os artilheiros do jogo, neste caso da final da 17ª Copa Cecap, seria para os goleadores Tripa e Luquinha, autores dos gols do título, ou para o goleiro. E olha que, o goleirão Borges, merecia pelas grandes defesas, principalmente na segunda etapa quando a pressão do Nove de Julho foi mais intensa.

Tiradentes é campeão da  Copa CecapMas, desta vez, quem fica com a honra de ter sido escolhido o “fera” do jogo, o melhor em campo na grande final é o lateral-esquerdo, Valter. Ele foi responsável pelas principais jogadas ofensivas do “Tira”, na primeira etapa, além de marcar o principal jogador do adversário, o meia Zâmbia, que caia o tempo inteiro pelo seu setor.

O bom lateral Valter foi responsável por uma mudança tática do Nove de Julho, ainda na primeira etapa. Percebendo que o nosso “fera” do jogo, levava muita vantagem em cima do lateral Buiu, o treinador Leandro Ono, inverteu os laterais, colocando o lateral-esquerdo Sam, para marcá-lo, mas mesmo assim, Valter continuou a levar vantagem sobre seus adversários.

Ao término do jogo, ouvido pela nossa reportagem, Valter exaltou o primeiro tempo perfeito da sua equipe e ofereceu,  emocionado, o título da Copa Cecap aos torcedores da Vila Curuçá e lembrou com lágrimas nos olhos que, recentemente ele havia perdido o pai e o irmão, dois dos maiores incentivadores da sua carreira.

- Jogo difícil, dois times bons. Só tenho que agradecer a Deus e os torcedores da Vila Curuçá, oferecer esse título ao meu pai e meu irmão que perdi recentemente, mas eu sei que eles estão no céu olhando por mim, torcendo por mim, porque bola era o que eles mais gostavam e eram os grandes incentivadores da minha carreira – Disse, o “fera do jogo.

 

SONHO REALIZADO

Tiradentes é campeão da  Copa Cecap

Quando o EC Tiradentes se classificou para a grande final, o treinador Miltinho disse que fazer a final da Copa Cecap contra o Nove de Julho era uma final do sonho, por se tratar de duas equipes tradicionais na várzea da grande São Paulo.

De posse dos troféus de campeão e de melhor treinador da competição, Miltinho, que foi fundamental na conquista do título do “Tira”, comentou sobre a conquista do título e a importância desta conquista para sua história na várzea e da própria história do EC Tiradentes.

-Foi a realização de um sonho. Era a final de duas equipes muito tradicionais na várzea da capital. Abrimos dois a zero no primeiro tempo, tivemos um jogador expulso, fomos obrigados a recompor a defesa e na segunda etapa, foi pedido para jogar atrás da linha da bola e tentar o terceiro gol. Não conseguimos, a pressão do Nove no final era normal, mas sabíamos que a final seria decidida  no detalhe. E o detalhe a nosso favor foi a primeira etapa que o time entrou muito determinado. O título é muito importante para todos nós do Tiradentes, por se tratar de um título conquistado fora da cidade de São Paulo, hoje a Curuçá vai ficar pequena. È mais uma Copa para a História do Tiradentes, não vamos parar por aí – Declarou.

 

DE OLHO NO APITO

Tiradentes é campeão da  Copa Cecap

Ele foi uma indicação das próprias equipes, para muitos o melhor árbitro desta edição da Copa Cecap. E, Tiagão, como é conhecido na várzea, não decepcionou. O árbitro Tiago Mattos, que faz parte do quatro de árbitros da FPF, fez uma arbitragem sem contestação, sempre em cima do lance e disciplinarmente  ,perfeito. Quando foi preciso, expulsou os jogadores  Leandro (Nove de Julho) e Alemão (EC Tiradentes), sem pensou duas vezes, mesmo que não tivesse visto a troca de agressão dos dois atletas, mas confiou na indicação do seu assistente, Lucas Rafael Ferreira.

Apesar da arbitragem incontestável, Tiago Mattos e  seus assistentes  Bruno Henrique Mascarenhas, Lucas Rafael Ferreira e o quarto árbitro Márcio Angeli, deixaram o gramado apressadamente, nem participaram da cerimônia de premiação a equipe de arbitragem, porque alguns torcedores do Nove de Julho, revoltados com a derrota da sua equipe, invadiram o campo para  despejar toda a sua ira e frustração em cima da arbitragem, que nada teve culpa da derrota do Pit Bull.

Mas, são ossos do ofício de um  árbitro de futebol e, principalmente, do futebol amador. Se o time perde a culpa é sempre do homem do apito.

 

PRELIMINAR

Tiradentes é campeão da  Copa Cecap

O torcedor que compareceu mais cedo ao Estádio Antônio Soares de Oliveira, palco da grande final, pode assistir a partida de abertura do campeonato da Divisão Especial do futebol amador de Guarulhos, envolvendo o Itapegica/Parque Stella e A.A.Testai.

Apesar de contar com uma equipe que certamente irá lutar pelo título contando com grandes jogadores e com a comissão técnica composta por Fran Santos e Kiko do Estrela, o Testai foi surpreendido pela boa equipe do Itapegica/Parque Stela que venceu pelo placar de 1 a 0.

Tiradentes é campeão da  Copa Cecap

A partida marcou também a volta aos gramados do goleiro Marins, um dos grandes ídolos do futebol amador de Guarulhos, com passagens pelas duas equipes profissionais da cidade (A.A.Flamengo e AD Guarulhos), depois de três meses recuperando-se de cirurgia na mão direita.

A divisão especial deste ano terá a participação de 18 equipes divididas em três chaves com seis equipes. Apesar da ausência do atual campeão Vasco Jd.Paraíso, o campeonato deste ano tem como novidade, a vaga para o campeonato mundial do futenol amador que acontecerá em novembro, no Rio de Janeiro. O campeão eo o vice também participarão do campeonato amador do estado,organizado pela FPF.

 

 

 

FICHA  TÉCNICA

Final da 17ª Copa Cecap

EC TIRADENTES   2 x 1    NOVE DE JULHO

LOCAL   : Estádio Antônio Soares de Oliveira, Jd. Tranquilidade, em Guarulhos/SP

DATA     :  20 / 05 / 17

GOLS      :  Tripa 7’1ºT e Luquinha 20’1ºT ( EC Tiradentes) ; Zâmbia  42’2ºT (Nove de Julho)

ÁRBITRO : Tiago Mattos

ÁRB.ASSISTENTES :  Bruno Henrique Mascarenhas e Lucas Rafael Ferreira

4º ÁRBITRO   : Márcio Angeli

REPRESENTANTES :  Rosanny e Camila Ferreira

 

EC TIRADENTES  :  Borges, Maílson, Rominho , Alemão e Valter ; Leão, Sidorf , Morotto e Luquinha ; Diego e Tripa . SUPLENTES :  Robinho, Marquito, Daniel, Sagui, Romualdo, Daniel, Bartô, Miguel, Camilo e Braw

Treinador : Miltinho

 

NOVE DE JULHO  :  Alê, Buiu, Kauê, William e Sam ; Pezão, Thierry, Lameira e Zâmbia ; Leandro e Felipinho . SUPLENTES :  Fafi, Bruninho, Felipe, Baixinho, Caio, Guilherme, Vitor

Treinador : Leandro Ono